quarta-feira, 22 de abril de 2015

da insanidade

E depois de um tempo tentando agir naturalmente, ainda fico feliz em ter você por perto. Me sinto mais aliviado em não ter tido que lidar com um adeus tão dolorido.
Sei que não é a mesma coisa, talvez soe até estranho, mas de vez em quando, bem de vez em quando mesmo, me pego pensando em como seria pegar o telefone e te ligar pra ouvir você do outro lado. Ou como seria se eu te chamasse pra dar uma volta por aí...
Talvez esteja ficando louco mesmo...  às vezes não sei se toda essa situação está me fazendo bem ou me matando por dentro.
E é tão estranho ver seus dias meio nublados e não ter a liberdade de te abraçar a hora que eu quiser... por mais que as coisas estejam indo bem, nunca mais voltarão a ser como antes. Não adianta...

2 comentários:

  1. Isso chama saudade e não insanidade rsrsrsrs Sei bem como é isso!!!!!!! Amu bom voce falar dela, gosto dos seus textos de amor.
    Escreve sobre a historia de voces dois para seus leitores entenderem como foi isso.
    Amu seus textos.
    abraço!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. na verdade usei o termo 'insanidade' no sentido de loucura e falta de paz... rsrs
      existem alguns textos antigos por aí que falam bastante dela... não sei se me sinto bem em ficar tocando nessa ferida sempre.. rsrss
      mas que bom que gostou.

      Excluir

quem escreve

Minha foto
Rodolffo Saldanha
Estudante de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, 23 anos.
Visualizar meu perfil completo

o que já escrevi...

Rodolffo Saldanha. Tecnologia do Blogger.