sexta-feira, 24 de outubro de 2014

sobre morar só

Uhum, ainda não moro só. Eu sei. Mas um dos meus planos pra daqui uns anos é isso.
Muita gente duvida disso. Meus pais ficam: "você vai deixar a gente mesmo?".
Mas não é bem assim que eu enxergo isso. Vejo como mais um passo para a minha independência financeira. Mais um passo pra eu me virar sozinho e crescer de vez.
Eu sei que ainda falta muito pra eu conseguir isso. Mas são planos.

Dentre vários outros motivos, decidi listar alguns pontos bem relevantes pra quem pensa, assim como eu, em um dia ter sua própria casa.

# A independência é bem evidente. Nada como poder fazer o que quiser, quando quiser e do jeito que quiser. Poder organizar tudo da sua maneira, sem ter ninguém interferindo.

# Acordar a hora que quiser e colocar uma música alta pra tocar.

# Andar sem roupa pela casa. Uhum, eu penso nisso sim. Foi mal.

# Tomar algumas decisões domésticas sozinho. Como a posição do sofá, o estilo dos novos móveis...

E claro, tudo tem seu lado ruim, como:

# A solidão... Deve ser uma das coisas que mais pesam. Não ter alguém pra conversar a todo tempo, às vezes deve ser meio perturbador.

# Os gastos sobem bastante.

# A louça, a casa, as roupas, o quarto... nada se lava ou se arruma sozinho. Tenho que manter tudo arrumado e limpo. Ou contratar uma empregada, o que me levaria a um gasto a mais.


Eu sempre tive uma vida rodeado de pessoas o tempo todo. Desde pequeno divido meu quarto com meu irmão. Eu gosto, mas às vezes é meio irritante ter alguém ali o tempo todo.
Já ouvi de muita gente que já passou por isso e muita delas apontam um ponto muito importante: a tranquilidade.
Poder ficar em paz, estudar quieto, ouvir música sem ninguém reclamar do volume, ter o tempo livre para trabalhar, assistir TV quieto... comer o que quiser no café da manhã, almoço e janta.

Por enquanto, ainda falta bastante coisa pra conseguir isso. Mas uma das coisas que mais me chama a atenção em morar só, é a responsabilidade que isso requer. Uma hora ou outra vou ter que sair da casa dos meus pais mesmo. Não custa nada ir se programando pra isso. Não que eu não goste de onde eu moro e do jeito que eu vivo. Muito pelo contrário. Mas chega uma hora que nós vamos nos desenvolvendo profissionalmente e vamos amadurecendo. Vamos criando outras vontades.
Já estou quase terminando minha faculdade. Ainda não sei se vou começar um mestrado logo em seguida, se vou esperar ganhar mais experiência profissional...

Tenho muitas vontades... Como comprar meu carro, viajar sozinho pro exterior (pra conhecer ou pra estudar)... E dessas, a mais desafiadora (e cara) é morar só.
Espero que quando eu consiga isso, eu não me arrependa. rs.

Um comentário:

  1. Morar só é muita responsabilidade, porém aprendemos muito quando estamos sozinhos =)

    Meu sonho isso

    ResponderExcluir

quem escreve

Minha foto
Rodolffo Saldanha
Estudante de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, 23 anos.
Visualizar meu perfil completo

o que já escrevi...

Rodolffo Saldanha. Tecnologia do Blogger.