segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

crescer


Nada é como antes.. E de repente eu percebo que já cresci e que não sou mais aquele menino de antes.
Percebo que posso andar com minhas próprias pernas, que posso correr atrás do que eu quero sem me preocupar em cair, pois ali estará o aprendizado.
De repente eu percebo que meu único time está sendo eu, somente eu. Onde aqueles braços onde eu encontrava forças, agora me empurram para voar; para alcançar o infinito.
Num piscar de olhos eu reparo que meus passos estão mais acelerados, a vida está correndo e eu dormindo, na vontade de ter o aconchego que tinha há muitos anos.
Chega a hora em que eu aprendo a andar e caminho, para longe.

Eu só queria ser uma criança novamente e ter a segurança de que sou protegido por meus pais, pela minha família. De que poderia escolher e saber que isso era o correto, porque tinha pessoas me orientando.
Mas agora, eu venho percebendo que as coisas estão mudando e eu preciso ser homem o bastante para bater no peito, assumir uma responsabilidade, não ter medo de errar e voar... Seja para o céu, ou seja direto para o chão, o lugar onde eu me erguerei novamente para tentar um novo voo.

"...e de repente a vida te vira do avesso, e você descobre que o avesso é o seu lado certo."

0 comentários:

Postar um comentário

quem escreve

Minha foto
Rodolffo Saldanha
Estudante de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, 23 anos.
Visualizar meu perfil completo

o que já escrevi...

Rodolffo Saldanha. Tecnologia do Blogger.