sexta-feira, 6 de janeiro de 2012

memórias

Nem sempre são boas, nem sempre são agradáveis de se lembrar, mas estão ali.
Estão ali, no pensamento que qualquer um.
Lembrar dos bons tempos e esboçar um sorriso cativante e com saudade de viver um momento parecido novamente.
Reencontrar pessoas perdidas pelo tempo e perceber que muita coisa mudou e o laço que existia há algum tempo, não existe mais.
Cantar músicas antigas e perceber que sua voz mudou e não é mais a mesma, mas a sensação de bem-estar é o que prevalece, e o que encanta e cata nota procedida.
Fechar os olhos e ver várias marcas de luzes, que há muito tempo eram motivo de brincadeira.
Olhar no espelho e ver marcas do tempo,  cansaço, mas perceber que a profundeza de cada olhar continua íntegra.
Ouvir o som dos pássaros, fechar os olhos e perceber que o tempo, o detentor de todo aprendizado, está passando. Momentos que valeram a pena e pareciam eternos, agora não passam de memórias.

0 comentários:

Postar um comentário

quem escreve

Minha foto
Rodolffo Saldanha
Estudante de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, 23 anos.
Visualizar meu perfil completo

o que já escrevi...

Rodolffo Saldanha. Tecnologia do Blogger.