quinta-feira, 21 de julho de 2011

E depois de tanto tempo lutando, eu não posso desistir agora

Sei que muitas vezes meu objetivo pode parecer impossível. O meu grito de socorro parece não ser atendido, mas eu não vou parar agora depois de tanto caminho percorrido. Não posso desistir depois de tantos anos tentando, não posso fingir que nada aconteceu e ignorar todas as lutas.
É vencer ou vencer...

A força parece ir embora, os joelhos estão machucados de tantas quedas, a mente confusa buscando a razão... Sabe, eu queria mudar muitas coisas em minha vida... Queria voltar no tempo e mudar MUITAS coisas. Eu quero ser livre, eu quero ser liberto dessa prisão que me assombra...

Sinto vontade de desabafar, de chorar sem parar, de gritar até alguém vim correndo me ajudar; mas ao mesmo tempo eu sinto vontade de me esconder, de chorar calado, e de gritar apenas com a voz do coração... É uma luta brutal, é uma queda que machuca... De verdade!
Sinto-me só, de verdade, só!! Mesmo com tantas pessoas ao meu redor, sinto como se ninguém pudesse me ajudar.
Sorrio... E sorrio muito, esse é o Rodolffo que todos conhecem, esse é o Rodolffo que sorri para tudo. Mas eu tenho lutas, lutas que na maioria das vezes, eu perco... Sou jogado ao chão como papel, sou pisado pelas circunstâncias, sou humilhado por minhas próprias atitudes.
O que eu mais queria era encontrar abrigo, onde eu pudesse descansar. Descansar de verdade para, então, poder voltar a lutar.
Quando eu penso que tudo acabou e voltou ao normal, levo uma rasteira e caio de rosto no chão. Minhas tentativas parecem ser em vão...

Estou aqui escrevendo porque aqui é o único lugar onde eu consigo expressar pelo menos um pouco do que eu sinto, pelo menos um pouco do que está aqui dentro...
Não tenho palavras para descrever nada, o que eu mais quero é ficar só e pensar na minha vida. O que eu mais quero é ter força, de verdade, para quando a dificuldade chegar à minha frente, eu conseguir lutar.
Não quero que minha vida seja feita apenas de tristezas... Apenas de baixos e baixos... Não quero viver fingindo que nada está acontecendo, enquanto minha vida está desmoronando por completo.

Um comentário:

  1. Não importa o que esteja acontecendo com vc, eu te amo muito. Vc é o único amigo que eu tenho a liberdade de falar td q eu sinto sem ter medo de ser mal interpretada. Vc conhece tanto da palavra de Deus e quando acontece isso com vc fico de mãos atadas... Odeio te ver assim... Mas acredito que as coisas acontecem gradativamente, e que Deus possa suprir as suas necessidades espirituais...
    Precisando estarei aqui...
    Tainá S.

    ResponderExcluir

quem escreve

Minha foto
Rodolffo Saldanha
Estudante de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, 23 anos.
Visualizar meu perfil completo

o que já escrevi...

Rodolffo Saldanha. Tecnologia do Blogger.