terça-feira, 1 de fevereiro de 2011

Escrever sem borracha


As coisas que acontecem não podem ser simplesmente apagadas e reescritas novamente.
É tão difícil escrever nas linhas da vida, sem errar. Queria poder ter uma borracha ao lado para apagar algumas atitudes erradas, algumas indecisões, algumas dúvidas... Se tudo fosse tão simples assim...
Quanto será que custa o aprendizado? Quanto será que custa um pouco mais de paz? (Se for possível aproveitar pelo menos um pouco da paz)
Num mundo onde nada lhe dá oportunidades, você precisa lutar para ter pelo menos um pouco, um pouco de paz.
Penso na vida. Penso nos atos que eu cometi no passado. Bem que eu podia ter pensado antes de ter feito qualquer coisa que eu pudesse arrepender-me hoje!
O futuro me aguarda ansioso. Espero estar pronto para tudo o que vier.

0 comentários:

Postar um comentário

quem escreve

Minha foto
Rodolffo Saldanha
Estudante de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, 23 anos.
Visualizar meu perfil completo

o que já escrevi...

Rodolffo Saldanha. Tecnologia do Blogger.