terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Dilacerado.

No peito, bate a aquela vontade de chorar. Aquela dúvida.
É difícil, pois eu não consigo externar isso. É algo que me massacra interiormente.
Eu sinto as lágrimas do coração escorrendo, mas em meus olhos, nada. Não sei mais o que eu quero.
Bem que a resposta de tudo poderia surgir e eu pudesse compreender o 'porque' de tudo. Isso que eu sinto, é culpa minha, sou eu que me deixo levar por isso.
Tenho vontade de ficar só, de me isolar, de não falar com ninguém; mas ao mesmo tempo bate uma vontade incessante de falar com alguém, de poder conversar...
Fica aqui um pouco do que eu sinto. Muitos podem ler e achar futilidade, mas não estou aqui escrevendo futilidades pra satisfazer leitores. Escrevo o que eu sinto, o que eu quero e a verdade.


São as palavras que eu precisava ouvir:

0 comentários:

Postar um comentário

quem escreve

Minha foto
Rodolffo Saldanha
Estudante de Engenharia Civil e Arquitetura e Urbanismo, 23 anos.
Visualizar meu perfil completo

o que já escrevi...

Rodolffo Saldanha. Tecnologia do Blogger.